Photobucket

Photobucket

# Sejam Bem-Vindos ao Night Shift!

Cidade de Lisboa, Portugal. Ano de 2032. As coisas não mudaram tanto assim, apenas o cenário, apenas as imagens que passam paralelas as verdades que acontecem. Os leigos alheios aos acontecimentos, isentos de culpas e deveres. Mas, quando aquilo que pode ser uma ameaça para alguns está perdida pelo mundo sem destino ou razão. a esmo podendo está diante de um humano desavisado, para outros a mesma coisas pode significar o início da salvação de uma raça ameaçada e caçada eternamente por gerações. Você irá se importar com alguma dessas coisas? Ou será apenas mais uma pessoa vivendo a sua vida esperando que tudo se resolva, ou, tudo se acabe??
Photobucket

# Data: Março de 2032
# Local: Lisboa, Portugal
# Temperatura: 26º
# Clima: Noite de céu limpo, brisa suave e clima agradável sem previsão de chuva...
# Lua: Crescente
# Sugestões de Ações:
- Person envolvidos diretamente na Trama Central : Parque Florestal Monsanto ; Pensão da Cidade ; Galpão abandonado
- Outros: Fiquem antentos a RP da trama central, você pode ser escolhido em breve. Qualquer outro lugar sem envolvimento direto com a trama.
# Duração do periodo: Indeterminado!


Photobucket

Photobucket

Interessado em fazer parceria com o Night Shift? É só logar na conta "Parcerias" com a senha "parceriasorbis" e mandar uma mensagem privada(MP) pra algum dos administradores e/ou moderadores sobre o interesse e link do forum


Photobucket London Paradise FÓRUM OPS!

Photobucket
REFORMULAÇÃO DO FORUM
(ex Orbis non Sufficit)
Agradecimento especial aos players que fazem isso aqui ser tão importante pra nós. - Fotos tiradas de vários lugares, mas principalmente do deviantart. - Todos os direitos reservados à Staff.

Recuse imitações. o NS é nosso, se copiar qualquer coisa sem antes ao menos pedir nossa autorização é PLÁGIO... E plágio é crime, hein?
Se copiar vai ser #umaputafaltadesacanagem e eu vou teperseguiratéoinfernoporra! xingar muito no Twitter!

bricadeira, mas aviso dado. Depois não diz que eu não avisei.


Night Shift - Turno da noite © 2009-2010

    Ryan Cromwell - Caçador

    Compartilhe

    Convidad
    Convidado

    Ryan Cromwell - Caçador

    Mensagem por Convidad em Seg Maio 24, 2010 9:43 pm

    O Player

    Nome: Luna
    Idade e Local: 19 -MG
    Forma de contato: luna.cobra@hotmail.com
    Antecedentes: 3 aninhos de RPG, Os Sete, Sétimo e Turno da Noite 1 & 2
    O Personagem

    x x

    Nome Completo: Ryan Cromwell
    Raça,Grupo ou Descendência: Descendente de Tobia - Caçador
    Onde vive? Se esconde, ou se localiza no momento?: Junto com Sarah, esconderijo
    Ofício: Caçador e executivo de uma empresa de informática.
    Photoplayer: Adam Brody

    Descrição Física

    Como eles me vêm?(As aparências enganam...): De dia? Sempre com um sorriso no rosto e os cabelos negros e ondulados sempre todos desengrenhados. O rosto limpo nunca denunciaria seus 30 anos de idade e muito atraente; gosta de usar roupas que aumentem ainda mais sua juventude aparente, e a altura pouco chamativa de 1,72 e sua magreza só ajudam. Mas com o cair da noite, sob as sombras e difícil não notar o olhar cada vez mais sério. Até mesmo rugas parecem tomar forma em seu rosto. Então, quando é hora de trabalhar uma jaqueta reforçada de couro, com partes metálicas principalmente em volta do pescoço. Sempre armado.

    Descrição Psicológica

    Como eu sou de verdade?(Eles não sabem, apenas acham me conhecer...): Quase como sua aparência vêem e vai com a luz do sol, sua personalidade também se altera. Durante o dia seu sorriso é fácil, é carinhoso e bem humorado. Adora contato físico com as outras pessoas, e não é raro ele prender os outros em abraços longos. Tem remorso até de sem querer esbarrar nos outros, e é muito prestativo e nobre. Mas como sempre vem a noite para transformá-lo numa criatura racional e arisca, e uma paranóia horrível começa a tomar controle de seu corpo. Sua seriedade se faz presente, e seu humor fica obscuro e cínico. A cara se fecha e ele se torna alguém fechado e de poucas palavras. Para ele a noite nunca traz boas coisas mesmo que sejam de amigos. Nunca deixa-se tomar decisões por impulso. Não importando a hora do dia, sempre vai ser uma pessoa correta – mas sabemos que nem sempre o correto é o melhor a ser feito. É um exemplo de pessoa forte, incansável e perseverante, que nunca vai parar, ainda mais se for por alguém ou alguma coisa que ele gosta. Parece ser imune ao medo, mas isso quer dizer que de vez em quando faz coisas estúpidas por isso.
    Defeitos: Paranóia noturna e sentimentalismo diurno.
    Qualidades: Racionalismo noturno e carisma diurno.

    História


    Trinta anos... nunca vi nenhum dos Sete, mas meu pai viu. Eles sempre estiveram ali, presos e esquecidos por alguém há muito tempo atrás, quando alguma de suas gerações passadas lutava contra eles. Lembrança de meu pai eu não guardo nenhuma, além da idealização das fotos e do livro que ele deixou com minha mãe. Na época ela não compreendeu – quem o faria? - pois de repente George Cromwell resolveu viajar para Portugal, dizendo que era sua missão, que tinha de derrotar os demônios e destruí-los antes que mal maior ocorresse – ele fora em busca de sua morte também, visto que jamais voltaria... mas sua missão foi cumprida, ele derrotou os Sete e fez com que eles voltassem para o maldito caixão de onde vieram... ou eles teriam sido destruídos? Não sei mesmo, não faço a mínima ideia... e está aí minha missão, o fardo que meu pai abandonou para que eu carregasse, o próximo Tobia, o destruidor de vampiros. Não tive ódio deles em primeiro momento, aquilo era o grande motivo de minha vida – eu precisava caçá-los, não quis isso por vingança.

    Quando fiquei sabendo de meu fardo? Talvez com 12, 13 anos não sei ao certo. Minha mãe nunca daria o livro para mim, eu compreendo Hilary, mas ela nunca conseguiria entender porque seu marido um dia foi embora para morrer no meio das catástrofes naturais que assolavam Portugal. Eu encontrei o velho livro largado no porão enquanto brincava. Achei legal, curioso... dentro dele haviam instruções de como destruir vampiros, e mais, havia um manual que dizia como cada um era. Inverno, Acordador, Tempestade, Lobo, Espelho, Gentil e Sétimo... e mais importante, uma dedicatória: Ao meu filho Ryan, isto não é um livro de estórias. Naquele instante percebi que era mais que eu imaginava e escondi o livro. Hilary Cromwell e meu padastro, Bruce, nunca encontraram.

    Quando matei meu primeiro vampiro? Tinha dezesseis anos, sim, só isso. Na época ainda vivia nos EUA e estudava. Ninguém entendia porque eu simplesmente não ia bem na escola e vivia na detenção sendo um garoto tão bonzinho: explicação eu tinha, mas nunca poderia dizer que perambulava as noites em busca de seres desalmados que bebiam sangue. Mas vamos ao meu primeiro alvo, um vampiro que mais tarde eu saberia que era um neófito, que achou divertido assustar as pessoas no Halloween por ser um vampiro de verdade. Não foi difícil perceber que os dentes não eram falsos, e enquanto ele se distraía, peguei uma das estacas que fabricava em casa desde os 14 anos e enfiei em suas costas. Errei. Mas quando ele se virou já empunhava a .44 do meu pai. Um tiro na cabeça ele caiu, com o facão, separei sua cabeça do corpo. Ninguém acreditou quando a carne do cadáver se fez em cinzas.

    Fui para a faculdade, e lá peguei um certo gosto pela informática. Sorte minha, pois não conseguiria comprar e construir todo o meu aparato de caça aos vampiros sem o emprego que isso me proporcionaria mais tarde.

    Vamos então aos meus trabalhos mais recentes e importantes. Foi quando conheci Sarah há muito tempo atrás enquanto procurava outros caçadores. Ela era iniciante, e foi um prazer ajuda-la a se virar na cidade. Ah, sim, mudei para Lisboa: conexões me diziam sobre uma comunidade de descendentes na cidade e imaginei que eles pretendessem algo... e havia mais. Um dos vampiros que lá viviam parecia ir propositalmente ao encontro dos caçadores para matá-los. Eu não poderia deixar isso acontecer, infelizmente nunca tive oportunidade para acabar com ele. Não importa, queimei e empalei vários outros no meio do caminho, mas ainda o tenho como minha grande conquista a ser um dia alcançada. Vou matá-lo, nem que custe a minha vida!

    Agora voltemos a Sarah. Desde que a vi perdi o fôlego. Ela era linda, com olhos azuis como safiras e os cabelos dourados... não era ainda uma caçadora experiente tanto quanto eu e uma vez ou outra fez burradas mas... eu não sei, acho que gosto demais dela. Até que então apareceu aquele Descendente de Acordador e começou a importuná-la. Também não vejo a hora de destruir o desgraçado!

    Enfim, resumo que os objetivos da minha vida acabam nisso: destruir os Descendentes. Os odeio, e minha vida é miserável por conta deles.
    avatar
    The Destiny
    Staff
    Staff

    Nome do Player : Biah!
    Mensagens : 293
    Data de inscrição : 04/05/2009

    Re: Ryan Cromwell - Caçador

    Mensagem por The Destiny em Ter Maio 25, 2010 9:48 pm

    Canonn aceito.
    Descrições e história aceitas.

    " Make your destination if you can."
    You are selected!


    _________________
    "Há sempre um caminho a seguir, Uma página é escrita, Tudo são meras possibilidades, Quão grande é inocência, de quem do próprio destino não tem consciência, O destino é cego.Quem de vós desconfiai?
    Ele sempre sabe o caminho, mas nunca vê para onde vai. Todos os caminhos pertencem ao destino .
    E foram traçados antes e depois de acontecerem.
    O tempo é apenas um mero detalhe."

      Data/hora atual: Qui Set 20, 2018 6:03 pm