Photobucket

Photobucket

# Sejam Bem-Vindos ao Night Shift!

Cidade de Lisboa, Portugal. Ano de 2032. As coisas não mudaram tanto assim, apenas o cenário, apenas as imagens que passam paralelas as verdades que acontecem. Os leigos alheios aos acontecimentos, isentos de culpas e deveres. Mas, quando aquilo que pode ser uma ameaça para alguns está perdida pelo mundo sem destino ou razão. a esmo podendo está diante de um humano desavisado, para outros a mesma coisas pode significar o início da salvação de uma raça ameaçada e caçada eternamente por gerações. Você irá se importar com alguma dessas coisas? Ou será apenas mais uma pessoa vivendo a sua vida esperando que tudo se resolva, ou, tudo se acabe??
Photobucket

# Data: Março de 2032
# Local: Lisboa, Portugal
# Temperatura: 26º
# Clima: Noite de céu limpo, brisa suave e clima agradável sem previsão de chuva...
# Lua: Crescente
# Sugestões de Ações:
- Person envolvidos diretamente na Trama Central : Parque Florestal Monsanto ; Pensão da Cidade ; Galpão abandonado
- Outros: Fiquem antentos a RP da trama central, você pode ser escolhido em breve. Qualquer outro lugar sem envolvimento direto com a trama.
# Duração do periodo: Indeterminado!


Photobucket

Photobucket

Interessado em fazer parceria com o Night Shift? É só logar na conta "Parcerias" com a senha "parceriasorbis" e mandar uma mensagem privada(MP) pra algum dos administradores e/ou moderadores sobre o interesse e link do forum


Photobucket London Paradise FÓRUM OPS!

Photobucket
REFORMULAÇÃO DO FORUM
(ex Orbis non Sufficit)
Agradecimento especial aos players que fazem isso aqui ser tão importante pra nós. - Fotos tiradas de vários lugares, mas principalmente do deviantart. - Todos os direitos reservados à Staff.

Recuse imitações. o NS é nosso, se copiar qualquer coisa sem antes ao menos pedir nossa autorização é PLÁGIO... E plágio é crime, hein?
Se copiar vai ser #umaputafaltadesacanagem e eu vou teperseguiratéoinfernoporra! xingar muito no Twitter!

bricadeira, mas aviso dado. Depois não diz que eu não avisei.


Night Shift - Turno da noite © 2009-2010

    23/03/32 Docas - RP FECHADA

    Compartilhe
    avatar
    Violet Cooper
    Descendente Acordador
    Descendente Acordador

    Nome do Player : Nany :)
    Escorpião Mensagens : 60
    Data de inscrição : 21/02/2010
    Idade : 24

    23/03/32 Docas - RP FECHADA

    Mensagem por Violet Cooper em Sex Ago 06, 2010 7:09 pm







    Violet Cooper e Lucas Dekker

    Quando: 26/03/32
    Onde: Docas
    Tipo: Rp Fechada
    Status: Em andamento
    avatar
    Violet Cooper
    Descendente Acordador
    Descendente Acordador

    Nome do Player : Nany :)
    Escorpião Mensagens : 60
    Data de inscrição : 21/02/2010
    Idade : 24

    Re: 23/03/32 Docas - RP FECHADA

    Mensagem por Violet Cooper em Sex Ago 06, 2010 7:16 pm

    # Quitando dividas


    Não tinha nada melhor pra fazer na noite de Lisboa. Essa semana estava horrível e eu estava entediada. Estava evitando Lucas desde a última vez no beco em que ele fez questão de libertar minha caça, também não tinha visto Kiara por ai, talvez a descendente de Inverno estivesse ocupada demais com o cara que ela queria que a notasse. Tanto faz. Assim que o sol se escondeu eu sai, passear a toa pelas ruas da cidade, quem sabe até para pra fazer um lanchinho que estivesse muito fácil, o tédio era tão grande que nem a caça me fazia eliminá-lo. A casa noturna estava fora da minha lista de visitas, o bar café também. O centro da capital estava calmo naquele horário, decidi andar perto da universidade.

    Avistei um civil desavisado andando pelas partes escuras de uma das ruas laterais. Ótimo, uma vitima fácil e rápida suficiente para me satisfazer. Aproximei-me do rapaz pedindo o horário, quem desconfiaria? Eu tinha aparência de universitária graças a ao tempo que era parado para seres como eu. Logo eu e o rapaz começamos a conversar, ele se mostrou interessado, eu retribui a atenção e levei-lhe para ‘conhecer’ algumas partes mais afastadas da cidade, usando a desculpa de que provaria que aqueles mitos inventados pelos estudantes eram verdadeiros. Foi só o tempo de não ficarmos a vista e eu drenei-lhe o sangue. O sabor daquele líquido era ótimo e muito melhor do que qualquer coisa existente. Limpei a boca, e tentei encobrir pistas no cadáver, eu tinha que fazer isso, os caçadores estavam muito atentos ultimamente.

    Percorri as margens da cidade, após o pequeno aperitivo e encontrei alguém, uma pessoa que eu estava evitando. Se eu pudesse pelo menos perceber e saber que ele estava próximo eu poderia ter evitado o lugar, mas já que ele provavelmente tinha sentido minha presença, eu não iria fugir. Dessa vez não. Coloquei um sorriso irônico estampado no rosto ao perceber Lucas socando alguém, ele jogava o sujeito longe. Que ótima forma de diversão, mas dessa vez eu iria retribuir o que ele tinha me feito e faria questão de atrapalhá-lo.

    - Veja só, espero que não esteja interrompendo – disse me colocando entre a vítima e ele e em seguida dando um soco para desacordar o humano, pelo menos por algumas horas. – Só retribuindo o favor que você me fez aquela noite, Dekker.

    Permaneci em pé enquanto o fitava em espera a resposta dele. Certamente ele ficaria furioso, mas quem devia estar assim era eu, devido a ele ter começado tudo aquilo e terminar com um convite pior ainda. Lucas. Ignorei as lembranças da outra noite, enquanto mantive um pequeno e discreto sorriso irônico.
    avatar
    Lucas Dekker
    Descendente Sétimo
    Descendente Sétimo

    Nome do Player : Biah!
    Mensagens : 351
    Data de inscrição : 20/02/2010

    Re: 23/03/32 Docas - RP FECHADA

    Mensagem por Lucas Dekker em Dom Ago 08, 2010 9:51 pm

    "I offer love
    Drunk from the hate"

    Love The Way You Lie - Rihanna & Eminem


    Era sete horas da tarde, noite, tanto faz. O sol ainda refletia um pouco no céu e a escuridão da noite ainda não era total. Estava procurando o que fazer, na verdade, estava procurando encrenca! O tédio não era algo que eu apreciava, e não era algo muito cabível juntar-me aos meus dois irmãos para procurarmos uma distração por com certeza acabaríamos chamando a atenção de muita gente. Afinal, o nosso padrão de diversão era bem ...estrondoso! Então, sozinho era mais discreto, pelo menos, chamava atenção somente para mim. E naquela noite eu ia provocar alguns humanos, mais exatamente os que diziam fazer a segurança da cidade. O sorriso irônico não saia dos meus lábios. Estava algum tempo observando a entrada da delegacia da cidade. Estava com meu carro estacionado na frente do prédio, encostado com os braços apoiados sobre o capô esperando. Conhecia a maioria dos humanos que trabalhava ali, alguns policiais e investigadores. Resultado das minhas visitas a delegacia quando me via obrigado a passar a noite numa cela para não ter que dizima meia dúzia de policiais que me encurralavam por ai. Mas, como sempre, me safava ou fugia nos descuido deles. E, exatamente por isso eu estava atrás de um deles, um que já havia me conhecido nessas ocasiões e passou a querer complicar a minha vida. Diabos! Eu ia tirar a pedra do meu caminho, mesmo ela sendo pequena como um grão de areia, mas pra quem tem caçadores no rastro um policial pode ajudar eles, dizer algo. Esperei. O plantão dele havia terminado, esperava sair, sem farda, a caminho de casa.

    Dentro de vinte minutos o vi saindo como previsto. Entrei no carro e fui seguindo-o calmamente me guiando apenas cheiro do humano sem que ele notasse. Mas, sabe como é, um carro preto, devagar, se esgueirando pelas ruas é algo que qualquer policial nota. Ele mudou sua rota de costume, seguiu na direção do porto de Lisboa, ótimo. Parei o carro e desci. Seria mais engraçado caça-lo a pé e assustar o infeliz! Ele acelerou o passo, indo em direção as docas, idiota. Sorrir, a sensação de caçada já me dominava! E como isso era bom! Me aproximei mais e deixei que ele me visse e tivesse certeza que estava sendo seguido, e o melhor, por quem! Procurou a arma na cintura andando, meus olhos se tornaram brasas em meio a noite que dominava com a escuridão cada vez mais.

    - Lembra de mim? – disse longe ainda me esgueirando nos pontos escuros. - Nada disso vai te ajudar nessa noite, policial. Não esta lidando com o que esta acostumado no seu dia-a-dia, já deve saber.

    Entre os passos atrapalhados do humano me aproximei e arranquei-lhe a arma da mão, lançando por cima de alguns conteiners caindo dentro do mar. Segurei-o pelo colarinho da blusa franzindo o cenho e expondo as pressas para o infeliz. Nunca mais ele ia me importunar. Atirei o humano longe, atingindo um contêiner do outro lado que estava e fazendo um baque seco na estrutura de metal, em seguida tombando no chão atordoado. Estava me aproximando dele no chão para me livrar de uma vez e primeiro senti a presença de outro descendente, só o que me faltava! Havia notado a presença de outro vampiro quando cheguei ali mas ignorei ocupado com a caça, mas agora, ela se aproximava. Ela. Violet. Se aproximou se colocando entre eu e o maldito humano policial. Me detive para não segui por reflexo e tirar ela do meu caminho, parei a encarando com olhos em brasas enquanto ela desacordava de vez ele. O quê ela estava fazendo! Grunhir baixo de raiva sentindo meu corpo estremecer de ódio! Merda! Essa garota é louca, só pode! Se fosse qualquer outro, descendente ou vampiro, eu juro que tinha arrancado a cabeça! Inferno! Me aproximei dela ainda me controlando e passei ao seu lado sem dizer nada. Primeiro, ia terminar o que fazia, mesmo não sendo do jeito que queria, depois eu me entendia com ela. Me aproximei do humano no chão e me abaixei, a raiva que eu sentia era tamanha por ter sido atrapalhado e por não poder dá fim no humano da forma que ele merecia que apenas me limitei a segurar pelo queixo com as mãos e num único movimento virei o pescoço do infeliz escutando o ‘trec’ dos ossos quebrando. Pelo menos havia morrido limpo, sem sofrer e sem ter seu sangue drenado. Me ergui e voltei a encarar Violet.

    – Não abuse da sorte Violet. Quer retribuir um favor, retribua de outra força. Seja mais criativa! – disse sarcástico e irritado. – Eu sei que você pode.

    Um sorriso malicioso se espalhou em meus lábios. Já gostava de provoca Violet e ainda ter um motivo que me irritasse me dava apenas mais razões para fazer.
    avatar
    Violet Cooper
    Descendente Acordador
    Descendente Acordador

    Nome do Player : Nany :)
    Escorpião Mensagens : 60
    Data de inscrição : 21/02/2010
    Idade : 24

    Re: 23/03/32 Docas - RP FECHADA

    Mensagem por Violet Cooper em Qui Ago 12, 2010 3:01 pm

    Okay, bater no humano e desacordá-lo talvez não tenha sido uma das melhores escolhas que eu tinha feito. De qualquer forma eu não estava arrependida. Acompanhei Lucas com os olhos desde a sua parada ao meu lado até o momento em que ele foi terminar o que havia começado. Quebrou o pescoço do humano, mesmo estando longe eu pude ouvir o estralo de seus ossos se partindo. Revirei os olhos enquanto Dekker se reerguia e me encarava com um sorriso sínico estampado nos lábios. Eu não me importava com a morte do humano, mas desde quando ele achava divertido isso? Ele estava perdendo o jeito.

    – Não abuse da sorte Violet. Quer retribuir um favor, retribua de outra força. Seja mais criativa! – disse sarcástico e irritado. – Eu sei que você pode.

    Ele não ia me deixar com raiva, não esta noite. Eu tinha vindo preparada para não cair nessa outra vez. Espalhei um sorriso idiota no rosto. Claro que eu podia inventar algo mais criativo, mas eu queria retribuir na mesma moeda e acabar com a diversão dele. Era só isso que bastava pra eu ficar quite com ele. Balancei a cabeça num gesto negativamente enquanto olhava para o descendente que há pouco tinha os olhos chamuscantes.

    - Naah, meu foco aqui era acabar com sua diversãozinha. E não tem nada de excitante matar um ser desacordado... Mas, de qualquer forma não tenho muito tempo para ficar pensando em favores que dizem respeito a você, os pago como eu bem entender. – respirei, enchendo meus pulmões. Aquele gesto era só pra ganhar tempo antes de mudar completamente de assunto – Então, quem era seu amigo? – dei uma ênfase à palavra era, enquanto olhava para o sujeito estirado no chão. Não me parecia um caçador, na verdade eu tinha certeza que ele não era.

    Totalmente bipolar. Meu humor era algo muito difícil de lidar, ora raiva, ora confusão, preocupação, reflexão. Na verdade um turbilhão de coisas ao mesmo tempo. Olhei em volta conferindo se não havia mais ninguém ali, não senti a presença nem de vampiros, nem de humanos. Desde que eu não tocasse em nada do que tivesse acontecido na outra noite eu teria uma conversa que eu chamaria de ‘normal’ com Lucas, algumas discussões, opiniões diferentes e muito sarcasmo envolvido na situação. Isso sim era típico da gente.
    avatar
    Lucas Dekker
    Descendente Sétimo
    Descendente Sétimo

    Nome do Player : Biah!
    Mensagens : 351
    Data de inscrição : 20/02/2010

    Re: 23/03/32 Docas - RP FECHADA

    Mensagem por Lucas Dekker em Dom Ago 22, 2010 6:35 pm

    "I offer love
    Drunk from the hate"

    Love The Way You Lie - Rihanna & Eminem


    Estava contrariado por causa da caça desperdiçada, e mais ainda, diante da perda da oportunidade de atormentar o infeliz que me devia por isso antes de matar. Pelo menos havia me livrado dele. Pelo menos não veria mais a cara dele e nem iria ficar tentando descobri quem eu era. Pelo menos.... pelos menos o caramba! Pow! Eu queria era ter quebrado cada osso do corpo dele, deixar em pânico, ia faze-lo implorar, e depois ia cravar minhas presas e deixá-lo morrer no próprio sangue. Inferno! Por quê ela tinha que aparecer! Me afastei mais alguns passos do policial morto no chão, me afastar me fazia esquecer um pouco a raiva que sentia e eu não queria fazer nada a ela... não queria. A encarei pelo canto dos olhos enquanto ela falava e eu dava mais alguns passos.

    - Naah, meu foco aqui era acabar com sua diversãozinha. E não tem nada de excitante matar um ser desacordado... Mas, de qualquer forma não tenho muito tempo para ficar pensando em favores que dizem respeito a você, os pago como eu bem entender. - segurei um sorriso irritado nos cantos dos lábios tentando controlar meus impulsos. – Então, quem era seu amigo?

    Depois quando eu sou ignorante reclamam. Porra! Ela me faz uma dessa e ainda me responde assim? O que ela ta fazendo aqui a propósito? Devia esta com os outros descendentes, na moradia dela, qualquer lugar mas bem longe de mim! Eu tinha que me afastar dela, deixar de tolices, eu não era assim, ela me confundia, queria me deixar doido! Eu já tinha problemas suficientes, não precisava de mais um.

    – Se interessando agora pela caça alheia? Mesmo que isso não lhe diga respeito, eu vou contar. Esse idiota que você acabou de poupar um fim pior era um policial da cidade que me devia isso. Feliz? – puxei um pouco de ar para dentro dos pulmões por mero capricho - Você quer fazer um favor para mim? Fique longe, só isso. Não to afim de me irritar com você Violet, até tenho evitado o que posso te encontrar, mas parece que vou ter que me empenhar mais nisso. Não posso me dá ao luxo das coisas que você me causa.


    Parei próximo a um contêiner aproveitando a sombra dele e a falta de iluminação dos postes do porto ou da lua para esconder a minha face depois de dizer as ultimas frases a ela.
    avatar
    Violet Cooper
    Descendente Acordador
    Descendente Acordador

    Nome do Player : Nany :)
    Escorpião Mensagens : 60
    Data de inscrição : 21/02/2010
    Idade : 24

    Re: 23/03/32 Docas - RP FECHADA

    Mensagem por Violet Cooper em Qua Ago 25, 2010 3:13 pm

    # Distúrbios


    Depois de ter desacordado o humano e ter assistido todo o show patético de Lucas, ele me questionou porque eu não tinha arrumado nenhuma forma mais criativa de pagá-lo. Dei de ombros e despreocupada lhe respondi, em seguida perguntando quem era o amiguinho querido que ele tinha acabado de quebrar o pescoço. Se bem que aquilo poderia ser só uma caça, mas algo me cheirava diferente. Ele não parecia ser somente alguém comum, mesmo estando morto no chão. Seus traços não eram de caçador, a dúvida invadiu-me e então questionei-lhe despreocupadamente, como se não tivesse acontecido nada segundos atrás.

    – Se interessando agora pela caça alheia? – ignorei a fala dele, ainda voltada para o rosto do cadáver – Mesmo que isso não lhe diga respeito, eu vou contar. Esse idiota que você acabou de poupar um fim pior era um policial da cidade que me devia isso. Feliz? – ele respirou.

    - Hm, digamos que estou feliz agora. – sorri irônica.

    - Você quer fazer um favor para mim? Fique longe, só isso. Não to a fim de me irritar com você Violet, até tenho evitado o que posso te encontrar, mas parece que vou ter que me empenhar mais nisso. Não posso me dá ao luxo das coisas que você me causa.

    -Ah, isto está fora da minha alçada – respondi sem comentar nada sobre a última frase dele. Era um pouco difícil discutir e até mesmo acreditar naquilo.

    A noite que escurecia com mais velocidade agora não dificultava tanto minha visão, vi Lucas se encostar perto de um dos contêineres enquanto se ocultava de mim. Hm, agora tínhamos um joguinho de esconde esconde? Fiquei parada na mesma posição de antes, enquanto olhava para o céu pouco estrelado e inalava o ar noturno que trazia consigo cheiro de humanos. Eu não estava sedenta agora, mas era impossível não me agradar daquela fragrância suave e gentil que me acariciava. Perdi alguns segundos assim, Lucas permaneceu no mesmo lugar de antes...

    - Então, já que provavelmente eu vou ficar aqui e você irá perder sua paciência logo, vou ter a chance de assistir mais um showzinho teu? Realmente não tinha nada de mais divertido para fazer, te juro – resmunguei entediada.

    Cara! Como eu mudava de humor rapidamente. Provavelmente Dekker se perguntaria se isso era mais uma das minhas brincadeiras, mas todos estávamos em um jogo, não é? Não tinha vencedores nem perdedores ainda e muito menos inocentes.

    OFF: aah, qualquer coisa me chama no msn, isso saiu mega estranho >.<

    Conteúdo patrocinado

    Re: 23/03/32 Docas - RP FECHADA

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Jun 23, 2018 12:40 pm