Photobucket

Photobucket

# Sejam Bem-Vindos ao Night Shift!

Cidade de Lisboa, Portugal. Ano de 2032. As coisas não mudaram tanto assim, apenas o cenário, apenas as imagens que passam paralelas as verdades que acontecem. Os leigos alheios aos acontecimentos, isentos de culpas e deveres. Mas, quando aquilo que pode ser uma ameaça para alguns está perdida pelo mundo sem destino ou razão. a esmo podendo está diante de um humano desavisado, para outros a mesma coisas pode significar o início da salvação de uma raça ameaçada e caçada eternamente por gerações. Você irá se importar com alguma dessas coisas? Ou será apenas mais uma pessoa vivendo a sua vida esperando que tudo se resolva, ou, tudo se acabe??
Photobucket

# Data: Março de 2032
# Local: Lisboa, Portugal
# Temperatura: 26º
# Clima: Noite de céu limpo, brisa suave e clima agradável sem previsão de chuva...
# Lua: Crescente
# Sugestões de Ações:
- Person envolvidos diretamente na Trama Central : Parque Florestal Monsanto ; Pensão da Cidade ; Galpão abandonado
- Outros: Fiquem antentos a RP da trama central, você pode ser escolhido em breve. Qualquer outro lugar sem envolvimento direto com a trama.
# Duração do periodo: Indeterminado!


Photobucket

Photobucket

Interessado em fazer parceria com o Night Shift? É só logar na conta "Parcerias" com a senha "parceriasorbis" e mandar uma mensagem privada(MP) pra algum dos administradores e/ou moderadores sobre o interesse e link do forum


Photobucket London Paradise FÓRUM OPS!

Photobucket
REFORMULAÇÃO DO FORUM
(ex Orbis non Sufficit)
Agradecimento especial aos players que fazem isso aqui ser tão importante pra nós. - Fotos tiradas de vários lugares, mas principalmente do deviantart. - Todos os direitos reservados à Staff.

Recuse imitações. o NS é nosso, se copiar qualquer coisa sem antes ao menos pedir nossa autorização é PLÁGIO... E plágio é crime, hein?
Se copiar vai ser #umaputafaltadesacanagem e eu vou teperseguiratéoinfernoporra! xingar muito no Twitter!

bricadeira, mas aviso dado. Depois não diz que eu não avisei.


Night Shift - Turno da noite © 2009-2010

    Leah Angus - Descendente de Gentil

    Compartilhe
    avatar
    Leah Angus
    Descendente Gentil
    Descendente Gentil

    Nome do Player : Kika
    Mensagens : 327
    Data de inscrição : 21/02/2010

    Leah Angus - Descendente de Gentil

    Mensagem por Leah Angus em Seg Maio 10, 2010 12:26 am

    O Player

    Nome: Érica, popularmente kika =D.
    Idade e Local: 16 – SP [weee]
    Forma de contato: ericandreatta@hotmail.com [só avisa antes =D]
    Antecedentes: Ai Dels...da onde eu sai é dificil xD. Bom eu já joguei em VÁÁÁÁÁRIOS foruns e conheço a tia biah e a tia beel de longa data <3. O que eu conheço dos Sete? Bom eu já vi o video do hopi hari HSUASUASHSAUHUH e já li varias cosias que a tia biah me introduziu.

    O Personagem


    Nome Completo: Leah Angus
    Raça,Grupo ou Descendência: Descendente de Gentil
    Onde vive? Se esconde, ou se localiza no momento?: Portugal – Lisboa, moradia dos descendentes do Gentil com os descendentes do Sétimo.
    Ofício: Assim como a maioria dos descendentes, Leah não tem nenhum oficio, primeiro por aparentar ter muita pouca idade para trabalhar, ainda mais de noite, e não estuda pelo simples fato de ser mutio mais facil perder o controle dentre tantos humanos. Porem ela exerce um hobbie que adora, vive pintando quadro em sua moradia, algo que faz apenas por prazer.
    Photoplayer: Emilie de Ravin

    Descrição Física

    Como eles me vêm?(As aparências enganam...): Com cerca de 1,65 de altura, Leah tem a pele bastante branca e os olhos normalmente claros, assim como seus cabelos compridos, loiros e ondulados. Parece bastante fragil e delicada para uma caçadora, mas não se engane pois ela pode ser bem agil e forte, apesar de normalemnte não usar desses artificios para conseguir sua caça. Sua carinha doce e angelical normalmente costumavam fazer todo o trabalho.

    Descrição Psicológica

    Como eu sou de verdade?(Eles não sabem, apenas acham me conhecer...): Leah é bastante espontanea e alegre, mas não se enganem por esse jeitinho feliz e infantil dela pensando que ela é imprudente, muito pelo contrario, a garota tem um completo senso de razão sempre ultilizando-o, principalmente em discuções, das quais costuma vencer. É bem otimista e procura não se envolver em brigas e discuções, mas sempre aconselha sabiamente aqueles que gosta. Ela é uma vampira sim, mas ela não costuma matar inocentes, sempre escolhe suas presas pelo que elas estão fazendo no momento, servindo de certa forma como justiçeira. Por parecer uma vitima tão facil, é muito simples dar o bote nesse perfil de maus caraters.
    Defeitos
    Passiva: Ela é bastante passiva, sempre concordando com os outros para tentar agradar a todas as partes sem arrumar confusão
    Super-protetora: Sempre procurando proteger todos que gosta, ela acaba exagerando, e ficando frustradapor muitas vezes não conseguir
    Indecisa: Por essa historia de querer agradar todos os lados, ela sempre fica indecisa em suas escolhas e as vezes até me seus sentimentos
    Qualidades
    Otimismo; Apesar da razão ser uma de suas melhores amigas, ela procura sempre ver as coisas pelo lado bom devido a sua expontaniedade.
    Educação: Como toda boa descendente de Gentil, ela é bastante educada e certinha, chegando até a irritar as vezes
    Criatividade: Como é bastante culta, ela apecia muitas coisas, dentre suas preferidas, as pinturas e os livros, que acabam se tornando seus hobbies prediletos tambem


    Última edição por Leah Angus em Seg Maio 17, 2010 10:51 pm, editado 1 vez(es)
    avatar
    Leah Angus
    Descendente Gentil
    Descendente Gentil

    Nome do Player : Kika
    Mensagens : 327
    Data de inscrição : 21/02/2010

    Re: Leah Angus - Descendente de Gentil

    Mensagem por Leah Angus em Seg Maio 17, 2010 10:51 pm

    História

    Mesmo durante sua vida humana, Leah já tinha as características que a tornam ainda tão diferente dos outros. Desde seu bom-humor, seu otimismo e sua preocupação com o próximo até procurar sempre basear suas decisões na razão. Nasceu em uma família de classe media com dois irmãos mais velhos. Moravam perto do porto pois seus pais trabalhavam como comerciantes. A vida deles era melhor que o normal para quem fazia esse tipo de coisa, mas como eram imigrantes alemães, possuíam família lá que lhe mandavam produtos locais que faziam grande sucesso e facilitavam os lucros.

    Sua relação com eles sempre foi ótima, ela era boa aluna, dedicada e sempre prestativa, ajudando em tudo o que podia e mais um pouco. Ela adorava estudar Alemão com seus pais em casa, desde pequena falava com os pais, além do português que aprendia na escola, mas além dessas línguas ela gostava de tentar aprender outras, entre elas espanhol e italiano principalmente, sem desprezar o inglês obrigatório da escola, gostando de ler e ouvir musicas nessas línguas. Outra coisa que ela adorava alem das línguas, era ir a museus e exposições de arte para ver esculturas, pinturas e outras obras, era delicioso.

    O que mais a chateava e a deixava triste eram as brigas familiares. Ela odiava qualquer tipo de briga para falar a verdade, mas as que aconteciam em sua casa eram as piores. Mesmo assim ela tinha um política muito rígida de nunca se intrometer em brigas, por que ela nunca sabia quem falava a verdade ou não, afinal uma historia não tinha apenas uma verdade, tudo dependia do ponto de vista. Nesses casos ela preferia simplesmente se afastar, sair pra caminhar, ler um livro em seu quarto ou qualquer coisa assim.

    Certa noite uma dessas brigas sem sentido começaram, só que parecia que os dois não iriam desistir tão fácil, estava tão intensa a briga que até seus pais tiveram que se intrometer. Ela avisou que ia dar uma volta, mas claro que ninguém nem a ouviu. Ela pegou uma blusa e colocou sobre os ombros, era verão, mas o vento a noite era meio gelado por causa do mar. Ela caminhou calmamente até o píer, o lugar estava vazio, ela viu uns 3 ou 4 trabalhadores que estavam arrumando os barcos para zarpar no dia seguinte. Se sentou na pontada passarela de madeira deixando os pés pendurados cruzando os braços enquanto sentia a brisa bater em seus cabelos e os afastar de seu rosto.

    Era uma noite linda, com a lua cheia iluminando todo o mar, e as estrelas pareciam uma sinfonia com todo aquele ambiente. O barulho das ondas quebrando parecia o toque final perfeito para uma bela depressão. Fechou os olhos sentindo o cheiro da água salgada até ouvir alguns passos na madeira rangendo atrás dela, os passos foram ficando mais perto e depois param. Ela não sabia se deveria olhar ou não, talvez se não olhasse a pessoa fosse embora. Ela ficou branca e seu coração começou a bater freneticamente, finalmente ouviu uma voz, grossa, calma, masculina.

    - Com licença senhorita, será que poderia dividir essa paisagem comigo? Prometo não incomodar.

    Ela virou a cabeça e olhou para cima o analisando. Não sabia se ele era tão bonito daquela forma ou se a luz da lua o ajudava, mas era simplesmente magnífico. Seu sorriso brilhava e passava uma confiança indescritível. Ela sorriu de volta se sentindo mais aliviada e fez que sim com a cabeça. Ela não queria uma companhia, porem essa poderia ser agradável. Ouviu a madeira ranger ao seu lado enquanto ele se sentava assim como ela. Era uma homem bastante distinto, não era muito velho, bem vestido e bem vistoso por sinal. Assim que ele se sentou ela sentiu emanar dele um cheiro delicioso, algo doce, misterioso, ela não sabia bem, mas era...hipnótico. A voz voltou a soar.

    - Por que está sozinha aqui? A senhorita parece um tanto triste, gostaria de conversar?

    O modo como falou parecia um antigo amigo realmente preocupado, obviamente ela sabia que não deveria falar com estranhos, ainda mais sobre a sua vida e a noite em um píer vazio, por isso decidiu responder, mas sendo o mais discreta possível, até por que era impossível resistir a aqueles olhos tão calmos e brilhantes.

    - Bem, foi um pequena briga de família, meus irmãos.

    Ela falou tentando não demonstrar emoções, porem se perguntou se era tão transparente a ponto dele ver que ela estava mal. Deu de ombros em seguida e levantou os olhos das mãos para o horizonte. As ondas ficavam cada vez mais calmas, o lugar estava quase que silencioso. Ela sentiu seu olhar em seu rosto e logo em seguida sentiu seu rosto corar. Ele fez que sim com a cabeça.

    - Eu entendo problemas de família, principalmente com relação a irmãos.

    Ela o olhou curiosa, parecia perdido em pensamentos, porem ainda tinha seus olhos nela. Recuperou a visão realmente a fitando e chegou um pouco mais perto, o que a fez corar mais ainda.

    - Não se preocupe Leah, vai ficar tudo bem ok? Confie em mim, você é quem falta...

    Ele disse afagando seus cabelos loiros, mas...como raios sabia seu nome? E por que começava a ficar cada vez mais perto? E quem faltava para o que? O alerta de perigo da garota ligou e começou a apitar muito, muito alto, mas aqueles olhos, aquele sorriso, aquele cheiro, tudo a mandava ficar. Ela sabia que tinha que sair dali, mas ele estava tão perto.

    - Me desculpe...

    Foi a ultima cosia que ela ouviu antes de sentir seus dentes em seu pescoço e desmaiar. Não se lembrava o que tinha acontecido direito, mas sabia que seu corpo doía um pouco e sua cabeça latejava. Se sentou na cama, o lugar estava escuro, só podia ver uma sombra se aproximar agora e sentar-se ao seu lado pegando sua mão gelada e a acariciando.

    - Que bom que acordou, já estava preocupado se você resistiria, mas posso ver que é uma garota forte, fiz uma ótima escolha.

    Ela viu aquele sorriso brilhante novamente, mas agora ele parecia satisfeito. Ela deveria ter medo, deveria fugir dele depois do que aconteceu, mas só sentia compaixão, pena, e talvez algum afeto, uma ligação, algo que ela não sabia explicar. Sorriu para ele se sentindo extremamente frágil e vulnerável. Ele a aconselhou a se deitar novamente, e ela o obedeceu como se fosse um pai, talvez fosse isso que ela estivesse sentindo agora.

    Ele foi bastante atencioso, cuidou dela enquanto esteve fraca, lhe explicou absolutamente tudo, sobre vampiros, sobre os sete, sobre os descendentes, sobre as outras raças, fraquezas e tudo. Uma semana depois ele a levou para conhecer seus ‘irmãos’, Sorrell e Lucio. Pacifica e de fácil convivência, ela se deu muito bem, inclusive com seus ‘primos’, Lucas, Edgar e Natasha, porem eles pareciam não gostar tanto assim dela, além de serem bem pavio curto.

    Mas algo que Leah com certeza não esperava aconteceu, Miguel simplesmente...sumiu, assim como os outros, e pelo que ela entendeu e pesquisou, eles foram trancados em uma caixa e sumido, e novamente a vingança foi adiada, o que por certo lado era bom, mas ela sentia falta de Miguel como seu ‘pai’.

    30 anos se passaram desde que eles sumiram e estavam todos a procurar, alguns para trazê-los de volta e alguns para destroçá-los. Ela ficava meio em cima do muro, pois queria seu ‘pai’ de volta já que ela quase não se lembrava de sua família antes do ocorrido, e eles haviam sumido mesmo assim, mas sabia que se voltassem poderia ser muito ruim pela vingança do sétimo. A verdade é que ela preferia ficar bem longe da história e se fazer de desentendida quando alguém lhe perguntava algo sobre aquilo.
    avatar
    The Destiny
    Staff
    Staff

    Nome do Player : Biah!
    Mensagens : 293
    Data de inscrição : 04/05/2009

    Re: Leah Angus - Descendente de Gentil

    Mensagem por The Destiny em Ter Maio 18, 2010 4:56 pm

    Canonn aceito.
    Descrições corretas e história perfeita.

    " Make your destination if you can."
    You are selected!


    _________________
    "Há sempre um caminho a seguir, Uma página é escrita, Tudo são meras possibilidades, Quão grande é inocência, de quem do próprio destino não tem consciência, O destino é cego.Quem de vós desconfiai?
    Ele sempre sabe o caminho, mas nunca vê para onde vai. Todos os caminhos pertencem ao destino .
    E foram traçados antes e depois de acontecerem.
    O tempo é apenas um mero detalhe."

    Conteúdo patrocinado

    Re: Leah Angus - Descendente de Gentil

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qui Nov 15, 2018 12:06 pm